Safern - Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do Rio Grande do Norte

Unidos pelo bem de todos

Notícias

13 de setembro de 2015 Bronca: ABC só empata com CRB

O ABC, que não vence uma partida desde o dia 7 de julho, quando bateu o Atlético-GO no estádio Serra Dourada, por 2 a 1, continua com seu martírio dentro da série B. Neste sábado (12), não saiu do 0 a 0 com o CRB, computando o décimo empate do alvinegro na competição.

O volante Fábio Bahia apontou um dos motivos para mais um insucesso dos potiguares como mandante: o individualismo. A equipe que subiu uma posição com o resultado obtido na Arena das Dunas, por levar vantagem no saldo negativo de gols (menos 14 contra menos 16 – o Mogi Mirim foi goleado pelo Botafogo por 3 a 0), volta a campo na próxima terça-feira (15), quando vai até Belém enfrentar o Paysandu.

Adriano AbreuJogando como mandante na Série B, o ABC teve sete empates e seis derrotas
Jogando como mandante na Série B, o ABC teve sete empates e seis derrotas

Com quatro desfalques, o ABC que entrou em campo disposto a não adiar mais o início da reação que tanto precisa dentro da série B, o time bem que tentou ser agressivo, teve a bola, mas pecava pela falta de qualidade na armação das jogadas. Wellington Bruno encarregado da tarefa foi um nome apagado no período inicial e Ronaldo Mendes, se esforçou, porém ainda deixa evidente que não recuperou sua melhor forma física e técnica.

Com isso, o alvinegro conseguiu, no máximo, rondar a área do goleiro alagoano, que apenas assistiu à partida devido tamanha falta de objetividade dos jogadores potiguares. A rigor, houve apenas um chute a gol, de Bismark, que após interceptar um passe de Wellington Saci, avançou e, na entrada da área, arriscou o chute e viu a bola passar perto da trave.

Com uma marcação forte o time do CRB teve bem menos posse de bola, mas foi dele a melhor oportunidade para largar na frente. Isso depois de uma falha do goleiro Gilvan que, ao tentar sair jogando com os pés, acabou entregando a bola a um adversário que acionou Cañete. O argentino percebeu a boa colocação de Ricardinho na área, mas por sorte abecedista, o atacante demorou a concluir e permitiu a chegada do lateral Ednei, que evitou o pior para os donos da casa.

Frente à tamanha inoperância e falta de criatividade, os torcedores que compareceram à Arena das Dunas se mostraram até pacientes, pois só vaiaram a equipe depois que o árbitro apitou o final do primeiro tempo.

A partida foi tão enfadonha no início do segundo tempo quanto na etapa anterior, e começou com um CRB mais disposto a atacar, o clube visitante passou a valorizar mais a posse de bola e rondar a área abecedista. Porém, na primeira jogada que conseguiu armar, Bismark recebeu bom passe, invadiu a área, mas chutou em cima do goleiro Júlio Cesar. No lance seguinte o mesmo Bismark sofreu falta, que Ednei cobrou bem, raspando no travessão.

Entusiasmado e acreditando que seria possível conquistar a primeira vitória em casa dentro do Brasileirão, o alvinegro tentava se aproveitar da afrouxada na marcação dos alagoanos, que ao se voltar um pouco mais para o ataque, deixaram espaços importantes em seu sistema defensivo, mas os jogadores de ataque continuaram pecando no momento das finalizações. Um exemplo disso foi quando Bismark recebeu de Jefferson na área, chutou de virada, mas errou o alvo.

A medida que o tempo passava, mais intranquila se mostrava a equipe potiguar em campo, a ponto dos atletas alvinegros tentarem resolver a situação de qualquer jeito, sem levar em consideração os companheiros em uma melhor colocação. Isso facilitava a situação dos defensores do CRB, que aos 42 minutos acabou tendo o zagueiro Gabriel expulso, após fazer falta em Clayton, interrompendo o contra-ataque abecedista. Mas já era tarde para o time natalense tentar tirar proveito da situação. Os torcedores protestaram e hostilizaram os atletas na saída do gramado.

Ficha técnica
ABC 0 x 0 CRB

ABC: Gilvan, Ednei, Luizão, Adriano e Rodrigo Biro; Fábio Bahia, Rafael Miranda (Erivélton), Wellington Bruno (Jefferson) e Ronaldo Mendes (Cleyton); Bismark e Rafael Oliveira.
Técnico: Hélio dos Anjos.

CRB: Júlio César, Bocão, Audálio, Gabriel e Wellington Saci; Glaydson Almeida (Clebinho), Josa, Danilo Bueno (Olívio) e Cañete; Ricardinho e Maxwell (Daniel Cruz).
Técnico: Mazola Júnior.

Árbitro: Edmar Campos Encarnação (AM)
Público: 4.114   torcedores
Renda: R$ 48.326,00
Local: Arena das Dunas (RN)

TNONLINE

Voltar

Inferninho
Futebol Interior
Direito de Arena
Cadastro de Atletas
Fenapaf
Capitão e Paredão

ÚLTIMOS VÍDEOS

Ver mais

FACEBOOK



SAFERN

Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do RN.
Rua Promotor Manoel Alves Pessoa Neto, 45, sala 1313
Candelária - Natal/RN - CEP - 59.065-555 - CNPJ 09159081/0001-41
Telefone: (84) 99478 - 4556 - contato@safern.com

Horário de atendimento: segunda a sexta - 14h às 18h.