Safern - Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do Rio Grande do Norte

Unidos pelo bem de todos

Notícias

12 de dezembro de 2017 Flamengo não quer mais pagar salários de R$ 800 mil a Guerrero. E vai processar Peru

Civilizada.

Assim pode ser definida a reunião entre a diretoria do Flamengo e Guerrero. O acordo está praticamente definido. Sem estardalhaço, drama, briga na justiça. O atacante peruano está suspenso por um ano pela Fifa. No seu exame antidoping foi encontrado o principal metabólico da cocaína, Benzoilecgonina. Na contraprova também.

O atacante alega que tomou um ‘chá negro’ para a gripe, na véspera do jogo pelas Eliminatórias, contra a Argentina. Ele estava gripado. E este chá, receitado pelo nutricionista da Seleção Peruana, poderia conter extrato de folha de coca. Daí a contaminação. O atacante jura que não usou cocaína. Seus advogados garantem que a Fifa acabou aceitando a tese que o jogador não usou a droga. A entidade não confirma a afirmação.

Ele é a principal estrela peruana. O país segue em campanha. A pressão é enorme sobre a Conmebol. O presidente Alejandro Domínguez é cobrado, para interferir politicamente. E consiga não só influenciar o julgamento do processo na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Mas fazer o possível que seja antecipado. O medo é a demora. A previsão é que o recurso seja avaliado entre oito e nove meses. O que seria um desastre para a sua carreira.

Mesmo se favorável, o tiraria da Copa do Mundo e acabaria com o compromisso que tem o Flamengo.

Em relação ao clube carioca, foi acordado que o clube carioca vai suspender o pagamento do atacante enquanto ele estiver suspenso. Guerrero recebe R$ 800 mil mensais. O contrato com o Flamengo terminaria em agosto. O atacante já negociava a antecipação da renovação até 2019, passando a receber R$ 1 milhão por mês. Quando foi pego no antidoping.

Não há como o clube rescindir sumariamente o contrato do jogador. Porque ainda cabe recurso. A rescisão amigável poderia acontecer. Mas ela seria ruim para Guerrero. Mas estrategicamente seria ruim, sem a pressão da equipe de maior popularidade do Brasil para ajudar os peruanos a pressionar a Fifa, pela antecipação do recurso.

Há a convicção dos advogados de Guerrero que a suspensão será drasticamente reduzida. A tempo de que o atacante possa disputar o Mundial por seu país. E também a Libertadores pelo Flamengo. Ela já conta desde o dia 3 de novembro, data que o atacante foi suspenso provisoriamente. Se ela cair, por exemplo, para quatro meses, Guerrero voltaria a jogar em março. O que seria ótimo para a Seleção de Gareca e para a equipe carioca.

55 Flamengo não quer mais pagar salários de R$ 800 mil a Guerrero. E vai processar Peru

 

http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

 

Voltar

Inferninho
Futebol Interior
Direito de Arena
Cadastro de Atletas
Fenapaf
Capitão e Paredão

eternos

Goleiro

Eugênio
Ver mais

ÚLTIMOS VÍDEOS

Ver mais

FACEBOOK



SAFERN

Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do RN.
Rua Promotor Manoel Alves Pessoa Neto, 45, sala 1313
Candelária - Natal/RN - CEP - 59.065-555 - CNPJ 09159081/0001-41
Telefone: (84) 3231 - 4656 - contato@safern.com

Horário de atendimento: segunda a sexta - 14h às 18h.