Safern - Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do Rio Grande do Norte

Unidos pelo bem de todos

Notícias

6 de novembro de 2014 São Paulo perde, mas vai à semifinal da Sul-Americana

O torcedor do São Paulo teve uma noite de altas emoções nesta quarta-feira, que terminou com um final feliz, mas preocupante. Depois de duas viradas e muito sufoco, o time perdeu para o Emelec por 3 a 2, mas conseguiu a classificação às semifinais da Copa Sul-Americana graças ao placar do jogo de ida.

No Morumbi, a equipe de Muricy Ramalho vencera por 4 a 2, e, graças ao saldo de gols nos dois confrontos, foi capaz de avançar na competição.

Os gols paulistas foram marcados por Alan Kardec e Paulo Henrique Ganso. O equatoriano Miller Bolaños fez os três do Emelec, em uma partida envolta em um clima quase de guerra em Guaiaquil, no Equador.

Apesar da classificação, o São Paulo foi muito pressionado, principalmente no segundo tempo, quando o time da casa ficou a apenas um gol de levar a disputa para os pênaltis e chegou a carimbar duas bolas na trave. O goleiro Rogério Ceni teve participação decisiva na manutenção do placar favorável, com importantes defesas.

Agora, o São Paulo terá pela frente o Atlético Nacional, que venceu as duas partidas contra o Cesar Vallejo por 1 a 0.

Pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo voltará a campo no domingo, contra o Vitória, em Salvador.

Fases do jogo. O estádio George Capwell estava lotado e pegou fogo quando Miller Bolaños, o artilheiro rebelde do Emelec, abriu o placar logo nos primeiros segundos. Ele aproveitou uma falha defensiva da zaga tricolor, ficou na frente de Rogério Ceni e não desperdiçou. O 1 a 0 precoce pareceu mexer com a cabeça dos jogadores do São Paulo, que precisaram de alguns minutos para se sintonizar novamente no jogo. Para sorte deles, o time da casa não conseguiu impor pressão para fazer mais gols.

Com o tempo, o São Paulo foi capaz de se reorganizar, pôs a bola no chão e chegou ao empate quando Alan Kardec recebeu uma bola ajeitada de cabeça por Paulo Miranda e chutou com precisão de direita. Dez minutos depois, um contra-ataque puxado por Michel Bastos e Souza terminou com Kaká na marca do pênalti. Ele teve a frieza para virar o corpo e passar para Paulo Henrique Ganso apenas empurrar a bola para fazer o segundo.

Com 2 a 1 no placar e uma imensa vantagem (o Emelec precisava marcar três vezes para levar a decisão aos pênaltis), o São Paulo foi surpreendido no segundo tempo com dois gols em sete minutos. Foram dois pênaltis, um feito por Paulo Miranda (que derrubou um adversário na área) e por Álvaro Pereira, que tocou com a mão na bola. Miller Bolaños converteu as duas cobranças para colocar fogo no jogo novamente.

A revirada fez o jogo ficar totalmente a favor do Emelec, que passou toda a etapa final pressionando, buscando o gol da classificação. O São Paulo pouco fazia, além de se defender desesperadamente, dando chutões da defesa para o ataque.

Voltar

Inferninho
Futebol Interior
Direito de Arena
Cadastro de Atletas
Fenapaf
Capitão e Paredão

ÚLTIMOS VÍDEOS

Ver mais

FACEBOOK



SAFERN

Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do RN.
Rua Promotor Manoel Alves Pessoa Neto, 45, sala 1313
Candelária - Natal/RN - CEP - 59.065-555 - CNPJ 09159081/0001-41
Telefone: (84) 99478 - 4556 - contato@safern.com

Horário de atendimento: segunda a sexta - 14h às 18h.